Aproveitando a oportunidade oferecida pela reescrita do formato de arquivos, vamos reescrever o Rockbot praticamente do zero em C++. A decisão já vinha sendo amadurecida faz tempo e basicamente se deve a:

  • confusão de manter um código organizado em ANSI C
  • bom suporte de compiladores C++ para as plataformas que queremos portar o jogo
  • simplicidade da programação graças a herança, hash tables e vectors

Vai levar um tempo para tudo ficar pronto novamente, mas temos certeza que isso irá acelerar o desenvolvimento enormemente daqui para a frente.